img img img img

CinECA

Heading Sub Title

Cinema mudo com trilha sonora ao vivo

O cinema mudo nunca foi na verdade completamente mudo, as projeções eram, quase sempre, acompanhadas por música executada ao vivo. Assim surge o CinECA, com o objetivo de resgatar essa prática, trazendo essa atmosfera dos primórdios do cinema. Para fazer uma sessão exclusiva para sua empresa, escola ou mesmo amigos, clique aqui e fale conosco!

O Garoto

No filme “O Garoto” de 1921, um vagabundo, vivido por Charlie Chaplin, faz seu passeio matinal, quando encontra um bebê abandonado. Inicialmente ele quer se livrar da criança, enquanto paralelamente a mãe se arrepende e tenta reencontrá-lo, mas diversos fatores sempre o impedem e gradativamente o vagabundo passa a amá-lo. Conforme os anos se passam, a relação entre os dois se intensifica e juntos tornam uma dupla perfeita.

Em busca do ouro

No filme “Em busca do ouro” de 1925, Charles Chaplin encarna um garimpeiro que enfrenta o frio e a fome e passa por todo tipo de risco para realizar o sonho de se tornar rico. Numa ida à cidade, ele se encanta por uma bela dançarina, sem perceber que está sendo alvo de zombarias.

O Circo

No filme “O Circo” de 1928, um batedor de carteiras está agindo em meio à multidão. Para evitar que seja pego, ele coloca uma carteira roubada no bolso do vagabundo (Charles Chaplin), sem que ele perceba. Quando a polícia se afasta, o batedor volta para recuperar o dinheiro perdido. O vagabundo foge, tanto do batedor quanto da polícia, e acaba entrando sem querer no picadeiro de um circo local. Suas trapalhadas fazem enorme sucesso junto ao público, sem que ele perceba. O dono do circo resolve então contratá-lo e fazer dele sua atração principal.

Luzes da Cidade

No filme “Luzes da Cidade”, de 1931, um infeliz mas complacente vagabundo se apaixona por uma jovem florista cega nas ruas da cidade. Ao saber que ela e sua avó estão prestes a serem despejadas de casa, o vagabundo cria uma série de situações para lhes proporcionar o dinheiro de que precisam, mas todas terminam em um fracasso humilhante. Porém, depois de um milionário bêbado o recompensar por ter salvado sua vida, o vagabundo pode mudar a vida da florista para sempre.

Tempos Modernos

“Tempos Modernos”, de 1936, é o último mudo da carreira de Chaplin e foi feito quando todo mundo já estava fazendo filmes falados. Charlie se volta contra a sociedade moderna, a máquina, (o uso de som em filmes?) e o progresso. Primeiramente vê-se o vagabundo freneticamente apertando os parafusos em uma linha de produção. Ele é escolhido para um teste com uma máquina de alimentação automática, mas vários percalços leva seu chefe a acreditar que ele enlouqueceu, e Charlie é enviado para um hospital psiquiátrico… Quando sai, é confundido com um comunista ao acenar uma bandeira vermelha, enviado para a prisão, evita uma fuga de presos e é solto novamente.