img img img img

Beethoven – Fantasia do Imortal

Saiba mais sobre o projeto

É um recital dramático que associa música, cartas e poesia, interpretado pela atriz Ana Clara Vieira e com obras do compositor tocadas pelos pianistas Bárbara Freitas e Ricardo Matosinho.

A peça, dirigida por Luciana Brandão e com dramaturgia de Ana Araújo, inclui cartas de Bettina Von Arnim, com quem o compositor correspondeu durante anos, entrelaçadas com poemas de Goethe, além dos célebres textos de Beethoven para a Amada Imortal e o testamento de Heiligenstadt, em que ele reflete, desesperado, a tragédia de perder a audição e cogita seriamente o suicídio. O que o teria feito mudar de ideia? ” Foi a arte, apenas ela, que me reteve. Ah, parecia-me impossível deixar o mundo antes de ter dado tudo o que ainda germinava em mim!’

ECA na imprensa

Esta arte se apresenta em Beethoven – Fantasia do Imortal na realização ao piano de trechos de suas sonatas, como Patética, Tempestade, Pastoral, “Ao Luar”, entre outras, pontuadas pela presença de Bettina, que recebe o público para apresentar-lhe o compositor.